É possível mensurar design e comprovar resultado para o cliente?

Olá seguidores do Blog Brand Planning, o primeiro blog de planejamento em branding e Brand Equity do Brasil.

Essa postagem é em resposta ao Victor Felipe que fez a seguinte pergunta:

Vamos lá, primeiro parabéns ao Victor e aos amigos dele por buscarem algo diferente, alinhado com as preocupações reais dos cliente. A preocupação também com resultado mostra que eles estão no caminho certo e espero que vocês leitores também estejam.

Primeiro, por qual motivo alguém contrata um designer? Citarei 12 óbvios para não ficar um texto gigante:

  1. Diferenciação da imagem da marca.
  2. Melhorar experiência do clientes.
  3. Comunicar de forma mais clara e direcionada.
  4. Padrão de comunicação e identidade.
  5. Passar a imagem de uma empresa mais confiante.
  6. Medo da concorrência e para isso precisa fixar a marca na mente do cliente.
  7. Chamar atenção.
  8. Ter destaque visual, na gôndola, na fachada, na internet.
  9. Melhorar a funcionalidade, usabilidade e exp. de um produto ou serviço.
  10. Inveja de um concorrente (sim, isso existe)
  11. Organizar e padronizar a gestão da imagem da empresa
  12. Ambição

Quais as resultantes dessas motivações: Fidelizar os clientes com a marca; Aumentar consequentemente as vendas; Aumentar lucratividade; Estabelecer o Posicionamento de marca (informação sobre a empresa na memória dos clientes.

_____

Para aprofundamento de cara indico 3 livros:

_____

Com isso entendido vem a próxima etapa:

Ok, compreendi os resultados, mas como o consumidor se relaciona com isso?”

De duas maneiras:

  1. Pelos construtos do comportamento de consumo, recomendo lerem com calma esse post que escrevi https://planejamentobranding.com.br/memoria-marca/
  2. Pelo Brand Equity que é o valor da marca aos olhos do cliente, leiam com calma esse aqui https://planejamentobranding.com.br/brand-equity-brand-value-diferencas/.

Assim chegamos definitivamente nas métricas, nas mensurações que IMPORTAM. Que eu divido, para facilitar a minha vida, em métricas de marketing e métricas de branding.

Métricas de Marketing:

  • Quantas pessoas buscaram a empresa depois do início do trabalho? (Quantidade de pessoas comparado o gasto).
  • Roi de Marketing (Vendas comparado ao gasto em marketing)
  • Frequência de visitas no site ou na loja.
  • Pesquisa de satisfação (Net Promote Score)
  • Share of Wallet (quanto o cliente gasta com sua marca do montante disponível de dinheiro para consumo que ele dispõe)

Métricas básicas de Marketing.

Observação para meu curso Roi Branding onde ensino a mensurar e comprovar que branding funciona https://wbellarco.com.br/roi-de-branding/

  • Custo por aquisição de cliente (Quanto o cliente me custa, afinal marca forte é aquela que trás cliente investindo menos em publicidade).
  • Brand Convincing (capacidade da marca convencer o consumidor)
  • Brand Value (Valor financeiro da marca, verdadeiro roi de branding, o quanto a marca agregava e quanto passou a agregar financeiramente para empresa)
  • BrandEquity – Pesquisa e equação estatistica do relacionamento do cliente com a marca nos níveis da piramide do BrandEquity. 
  • Taxa de conversão no BrandEquity.
  • Régua emocional (qual o sentimento do cliente em contato com a comunicação da marca).
  • Número de vezes que a pessoa comprou no período.

_____

Nesse video mostro eu trabalhando e fazendo alguns cálculos para um cliente:

É isso ai galera, com isso com certeza da para provar retorno do trabalho de branding, design, etc

IMPORTANTE: Em breve lançarei a palestra Como ser um planner de Branding e o curso presencial Introdução ao Brandequity e Planejamento em Branding na prática. https://bit.ly/2ZAw5Bi

Por Wesley Bellarco

_____

Como saber que o Branding e seu planejamento está funcionando?

Criei o curso ROI de Branding para mensurar BrandEquity e BrandValue e acompanhar o retorno do investimento em marca). Conheça o curso clicando aqui: Link

Post your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *