BrandEquity é a espinha dorsal de uma marca, inovação é o oxigênio

Se Brand Equity é construído com a pergunta “como amanhã posso ser e fazer melhor do que hoje?”, Brand Innovation se constrói perguntando: – Como amanhã nossas marcas podem fazer de uma maneira diferente do que o mercado tem feito?

Não é fácil, nem simples. A concorrência, parceiros e os próprios colaboradores irão reagir, tanto negativamente quanto com um leve afastamento.

É natural, afinal o ser humano por trás das marcas é evolutivamente programado para reagir ao novo em modo de defesa, a repulsa ao estranho, Em contrapartida, também evoluímos ávidos por tudo, que de alguma forma, nos coloque em um estado privilegiado e de destaque, a curiosidade é uma manifestação desse anseio.

Recomendo a minha revisão e tradução do artigo cientifico publicado no Journal of Consumer Psychology: Fundamental motives How Evolutionary needs influence consumer behavior. Link: https://www.youtube.com/watch?v=OAsL9aOCPas

A novidade, se realmente elevar o patamar do consumidor, com o tempo se torna um desejo. Podemos chamar isso de curva de inovação, oceano azul, tanto faz, nosso papo aqui é exclusivamente sobre crescer marcas em mercados maduros.

Sair da disputa de “quem entrega mais”, para a diferença de identidade e comportamento de consumo, é a grande sacada para crescer em mercados maduros.

Pense comigo, quem é melhor Yellow ou Uber? Resposta, eles são diferentes. Concorda? 

Mas não estão ambos no mercado de transporte? 

Estão, no entanto conversam com distintos comportamentos de consumo, possuem identidades diferentes, estão sob pilares diferentes de atributos tangíveis e intangíveis.

Romper com a inércia de mercado, romper com o “normal”, é um hack poderoso para escalonar a marca.

Nota: Vejo muitas agências de publicidade, branding e escritórios de design, brigando para ver quem faz o melhor trabalho, uma briga eterna, pois as vezes todos são bons. Ao invés disso poderiam buscar como fazer diferente, obviamente garantir e comunicar essa diferença.

Por Wesley Bellarco | Blog Brand Planning – www.wbellarco.com.br


Como saber que o Branding e seu planejamento está funcionando?

É fundamental saber mensurar e gerenciar brandequity,além de KPIs importantes para o acompanhamento constante que você pode descobrir nessa postagem:

8 formas de avaliar o retorno do investimento na marca

Além disso criei o curso ROI de Branding para mensurar BrandEquity e BrandValue e acompanhar o retorno do investimento em marca). Conheça o curso clicando aqui: Link

Post your comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *